AKYNZEO®: Aprovado medicamento para prevenção de NVIQ

20.08.2018
|
0 Comentários
||

Anvisa aprova AKYNZEO®, o primeiro medicamento de combinação fixa para prevenir NVIQ.

Indicação para casos de NVIQ

AKYNZEO® é indicado para prevenção de náusea e vômitos agudos ou tardios (NVIQ) em adultos, associados com a quimioterapia antineoplásica, moderadamente ou altamente emetogênica, baseada em cisplatina.

O netupitanto é um antagonista seletivo dos receptores da substância P/neuroquinina (NK1) humana. A palonosetrona, por sua vez, é um antagonista do receptor de 5-HT3, que possui forte afinidade de ligação com tal receptor. Os receptores de 5-HT3 estão localizados nos terminais dos “nervos vago” e na zona de ativação da área postrema (estrutura medular que controla o vômito).

Em conclusão, a quimioterapia é associada a uma alta incidência de NVIQ (Náusea e Vômito Induzidos por Quimioterapia), principalmente quando certos agentes, como a cisplatina, são utilizados.

Os agentes causadores da NVIQ

Os agentes quimioterápicos causam esses efeitos pela estimulação da liberação de serotonina a partir das células enterocromafínicas do intestino delgado. A serotonina, então, ativa os receptores de 5-HT3 localizados nos aferentes vagais para iniciar o reflexo de vômito.

Já se sabe que o desenvolvimento de vômitos agudos depende da ação da serotonina. Além disso, foi demonstrado que os receptores de 5-HT3 estimulam seletivamente a resposta emética. Assim, os vômitos tardios foram amplamente associados com a ativação dos receptores de neuroquinina 1 (NK1), da família taquiquinina. A taquiquinina, por sua vez, é amplamente distribuída no sistema nervoso central e periférico, pela substância P.

Como demonstrado em estudos in vitro e in vivo, o netupitanto inibe as respostas mediadas pela substância P.

Administração do AKYNZEO®

De acordo com a bula do medicamento, uma cápsula de AKYNZEO® deve ser administrada cerca de 1h antes do início da quimioterapia. O pico das concentrações plasmáticas de netupitanto e palonosetrona foi alcançado em aproximadamente 5 horas.

As reações adversas comuns relatadas com AKYNZEO® foram cefaleia (3,6%), constipação (3,0%) e fadiga (1,2%). Entretanto, importante destacar que nenhuma dessas reações foi grave.

 

Salientamos que é imprescindível a avaliação e a prescrição do seu médico para aquisição do AKYNZEO®.

 


Fale conosco, caso possua receita médica e precise comprar o AKYNZEO®

Contato: 0800 606 1410 / 31 2555-1410 ou clique aqui para nos enviar uma mensagem.
AKYNZEO®: Aprovado medicamento para prevenção de NVIQ
5 (100%) 11 votes

Leia também:

EDARAVONE | Tratamento da ELA (Esclerose Lateral Amiotrófica) Sobre a ELA - Esclerose Lateral Amiotrófica A Esclerose Lateral Amiotrófica (ELA) é considerada uma doença degenerativa do sistema nervoso, que acarreta paralisia motora progressiva, irreversível, de maneira limitante, sendo uma das mais temidas ...
Bleomicina | Tratamento do Linfoma de Hodgkin A Bleomicina é parte de um dos protocolos mais utilizados no tratamento do linfoma de Hodgkin. Por sua vez, o linfoma de Hodgkin é um tipo de tumor que pode ser tratado por meio da quimioterapia, da radioterapia ou do transplante de células tronco...
Automedicação no Brasil Quem nunca escutou o conselho de um parente, amigo, vizinho, etc. para fazer uso de uma medicação (ou até mesmo solicitou) que traz resultado para uma determinada doença? O nome atribuído a isso é Automedicação. Infelizmente a cultura da automedic...
Daratumumab: novo medicamento contra o câncer aprovado no Brasil Foi registrado de um novo medicamento para o tratamento do câncer. O medicamento Dalinvi tem como princípio ativo a substância (daratumumab) e foi aprovado para o tratamento do mieloma múltiplo. Este tipo de câncer tem início na medula óssea. N...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *